terça-feira, 3 de novembro de 2015

O mar dentro da concha



Nada melhor do que ter uma musa inspiradora para escrever.

Essas poesias surgiram de conversas despretensiosas e o poeta e a musa nem imaginavam a proporção que poderiam tomar.

Bem, chegaram até aqui, este singelo livro que, apesar de ser algo pessoal, carrega forte conteúdo poético.

As poesias foram escritas entre fevereiro e agosto de 2015.

Todas dedicadas à musa, mais que inspiradora.


... É como a mágica que acontece
nas trocas de cartas entre amantes
que aproxima suas mãos através do papel perfumado
Como a foto que vive na carteira
ícone que ameniza a ausência
Como a pequena concha deitada na areia
que ao pé do ouvido ruge
porque dentro de si carrega o mar...


Trecho do poema “O mar dentro da concha”
AB


Um livro singelo, impresso apenas dois exemplares.


Nenhum comentário: